AMB Lab discute planejamento de 2022 e define o próximo Fórum

AMB Lab discute planejamento de 2022 e define o próximo Fórum

Evento internacional e revista sobre inovação também foram tratados na reunião

O Laboratório de Inovação e Inteligência da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB Lab) continuará atuante em 2022. Na primeira reunião presencial desde o início da pandemia, membros do grupo alinharam o planejamento das ações que serão realizadas neste ano.

O principal destaque no calendário do AMB Lab é o 2º Fórum Nacional de Inovação, Tecnologia e Inteligência Artificial. O evento deve ocorrer em novembro e terá como tema “Pessoas, Processos de trabalho e Tecnologia”. Os eixos do Fórum também já foram definidos. No eixo Academia, haverá reflexão sobre temas essenciais, como gestão de pessoas em ambiente virtual, gestão de dados e segurança da informação e Tribunais online. Outro assunto será Tribunais, em que serão apresentadas as práticas institucionais mais inovadoras praticadas nas Cortes. Já no terceiro e último eixo, Magistratura, haverá apresentação de inovações promovidas pelos magistrados no próprio ambiente de trabalho.

“As expectativas para a 2ª edição do nosso Fórum, que deve ser realizado de forma híbrida, são as melhores possíveis, com a reunião da Magistratura nacional em torno da inovação, com exposição de suas práticas, assim como das instituições judiciárias, sempre com o olhar atento da academia”, destacou o diretor do AMB Lab, Ângelo Vettorazzi.

Durante a reunião, o Conselho de Inovação, parcialmente representado, também discutiu e definiu a realização do evento internacional de Inovação; a retomada de mais uma etapa do I Ciclo de Ideação e Prototipação, com sessão dedicada à Justiça Criminal; além do lançamento da revista de inovação com lançamento de edital para submissão de práticas inovadoras; e a criação e divulgação do Hot Site do AMB Lab, além de outras atividades.

Também participaram do encontro presencial a vice-diretora do Laboratório de Inovação e Inteligência, Keity Saboya; o vice-presidente Cultural e de Tecnologia e membro do AMB Lab, Thiago Brandão; a coordenadora da Justiça Federal e membro do Laboratório, Priscilla Pereira da Costa; e os membros Jayder Ramos de Araújo, Eunice Prado e Esdras Silva Pinto.


Carlos Ribeiro (Ascom)