IDEATHON

Home // IDEATHON

O Ideathon é uma maratona de ideias em prol do combate à violência doméstica e familiar. A competição de iniciativa do Laboratório de Inovação e Inteligência da AMB (AMBLAB) em parceria com a empresa Multiplan teve como objetivo da proposta premiar e oferecer uma ferramenta que permita ao Poder Judiciário atuar com mais eficiência e rapidez nos processos de violência contra a mulher.

VENCEDORES DO PRÊMIO

Ideathon | 1º Lugar | PROTETIVAS ON-LINE

O projeto “Protetivas on-line” ganhou o primeiro lugar no Ideathon 2021, competição idealizada pelo Laboratório de Inovação e Inteligência da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB Lab). Com o tema “A efetivação das medidas protetivas de urgência da Lei Maria da Penha e uma prestação jurisdicional célere”, as juízas Jacqueline Machado e Helena Coelho; a assistente social judiciária Vanessa Vieira; e a analista judiciária Anne Klean Mendes, venceram esta edição. O projeto disponibiliza, de forma online, um formulário simplificado de avaliação de risco para solicitação de medidas protetivas de urgência para mulheres em situação de violência doméstica.

Ideathon | 2º Lugar | PROTEÇÃO NA MEDIDA

O projeto “Proteção na medida 4.0: inteligência e avaliação de risco no combate à violência doméstica” ganhou o segundo lugar do Ideathon 2021. A competição é idealizada pelo Laboratório de Inovação e Inteligência da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB Lab). O software foi desenvolvido pelo juiz Tiago Dias e permite a gestão e a análise de risco no contexto da violência doméstica.

Ideathon | 3º Lugar | DASHBOARD

O projeto “Dashboard: Ferramenta para fortalecimento da prestação jurisdicional às mulheres em situação de violência doméstica e familiar” ficou em terceiro lugar no Ideathon 2021. A competição é idealizada pelo Laboratório de Inovação e Inteligência da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB Lab). O sistema desenvolvido pela juíza Taís de Paula Scheer pretende auxiliar na melhoria da prestação jurisdicional. A ideia é torná-la mais efetiva e adequada para as necessidades da mulher em situação de violência, concentrando informações para a análise dos casos por meio de uma ferramenta de gerenciamento visual.